domingo, 25 de janeiro de 2015

O mundo dentro de uma cidade

Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e Avenida São João...” (Sampa – Caetano Veloso).

Av. São João, antigamente e atualmente.

Oii, pessoaal!

Hoje, é dia 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo, e como sou paulistana com muito orgulho e muito amor, não poderia deixar passar despercebida essa data.
461 anos de história, arte, cultura, gastronomia, diversidade, enfim... O mundo cabe dentro de São Paulo, não é uma cidade apenas formada por seus paulistas e paulistanos nativos, mas também por gaúchos, baianos, pernambucanos, cariocas, argentinos, japoneses, italianos, portugueses...
A terceira principal megalópole* do mundo, como toda cidade também tem seus problemas (e não são poucos!), mas trás dentro de si (não por parte dos governantes, logicamente) a vontade de mudança, só que não adianta ter apenas ‘vontade’. Aqui em São Paulo tem muito jovem, muita gente que quer ver a cidade melhor, sim! Mas aí falta coragem, iniciativa de verdade e organização (porque não resolve nada reivindicar nossos direitos, quebrando tudo). Só acho que já passou da hora de nós nos levantarmos de nossas ‘confortáveis cadeiras’ e agirmos, mas enquanto isso não acontece cada um vai fazendo sua parte do seu jeito, não é?
Aqui deixo minha homenagem e os meus parabéns e agradeço a Deus por eu ter nascido na ex-Terra da Garoa (que há de voltar a ser da garoa). E que no dia de hoje, nossa São Paulo ganhe como presente de niver muita chuva em suas represas: Cantareira,  Guarapiranga, Alto Tietê, Billings...

Para finalizar deixo aqui o clipe da música São Paulo, da banda Inocentes, grupo punk paulistano do inicio dos anos 80:


Bye, e até a próxima!

Feliz Aniversário, São Paulo! *----*

*Megalópole (Definição): “O termo megalópole se aplica há um conjunto de regiões metropolitanas, cujo crescimento urbano acelerado leva o contato da área de influência de uma com as outras. Em outras palavras, as megalópoles são formadas pela conurbação de cidades populosas e com alto nível de urbanização.” (Fonte: Site – Sua Pesquisa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário